Notícias

24/04/2020

Prefeito nega proposta de reabertura gradual do comércio

Em reunião na tarde de quarta-feira, 22, o presidente da ACISP Ernesto Braganholo acompanhado pelo o presidente do Conselho Consultivo, Vagner Ribeiro e pelo assessor jurídico da instituição, o advogado Marcio Cosenza, voltaram a questionar o prefeito Municipal Hélio Zanatta sobre a flexibilização na abertura do comércio local. Vereadores e integrantes do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus – criado pela Prefeitura de São Pedro – também participaram.

O objetivo da ACISP foi questionar a posição do Prefeito com relação aos anseios dos comerciantes, à exemplo do que fez a prefeitura de Piracicaba – através do Decreto 18.253 de 22 de abril de 2020 – que contempla a abertura gradual e prudente do comércio, considerando as particularidades da cidade interiorana para flexibilizar a atividade comercial.

O prefeito Hélio Zanatta deixou claro durante a reunião que a Prefeitura local seguirá rigorosamente as determinações do Estado de São Paulo, mantendo a restrição de todas as atividades não essenciais, o que resulta em permanecer o comércio de São Pedro fechado até, pelo menos, dia 11 de maio próximo.

A resposta ao ofício encaminhado pela ACISP no dia 17 de abril solicitando a abertura gradual do comércio – e que resultou na reunião do dia 22 – foi recebida através de ofício na quinta-feira, 23, reafirmando a posição da prefeitura, afastando toda e qualquer possibilidade de análise das particularidades existentes em nossa cidade e população.

A ACISP esclarece aos associados e comércio em geral, que, apesar de compreender a situação, não está de acordo, e continuará fazendo o possível para que os comércios possam reabrir o mais breve. A ACISP está à disposição dos associados, assim como o departamento jurídico da entidade para receber sugestões e esclarecer dúvidas sobre os meios adotados para pleitear a reabertura do comércio de São Pedro.

 

Voltar


Links Úteis